FacebookTwitterYoutubeBlogger

Os perigos da luz azul

A luz é a matéria-prima da visão, no entanto, também pode causar grandes prejuízos para os olhos caso a pessoa se exponha sem proteção. Isso acontece, pois apesar de enxergarmos a luz em geral na cor branca ou amarela, esse é o resultado de uma combinação de cores, os chamados espectros da luz – e nem todos eles fazem bem à saúde, como é o caso da luz azul.

A luz se divide em espectros visíveis e não visíveis. A mais perigosa é a luz ultravioleta, que não é visível, mas pode causar doenças sérias, como catarata e câncer de pele. Já o espectro das luzes visíveis é composto por 7 cores. Entre as luzes benéficas estão a vermelha, laranja, amarela, verde e azul-turquesa, sendo esta última responsável por importantes funções no ciclo de sono e no ciclo hormonal dos seres humanos.

Mas existe também a luz azul-violeta, responsável por causar doenças como a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), que é uma das principais causas de cegueira no mundo. Embora esteja presente na luz natural, a luz azul-violeta é emitida principalmente pelas telas de aparelhos eletrônicos como smartphones, tablets e televisões.

Seus efeitos nocivos se manifestam com o tempo e pioram quanto maior for a exposição.

Fonte: Zeiss